logo

Eurocidade Chaves-Verín será a sede da Rede Termal do Eixo Atlântico

10-02-2017
Autarcas, vereadores e representantes das cidades e vilas termais da Galiza e Norte de Portugal reuniram, no passado dia 8 de fevereiro, na sede da Eurocidade Chaves-Verín AECT, para aprovar a proposta de convénio que permitirá a constituição da Rede Termal na Eurorregião. Na mesma reunião, ficou decidido que a sede da Rede será na Eurocidade Chaves-Verín, tendo sido nomeado, por unanimidade, para Presidente da Rede Termal do Eixo Atlântico, António Cabeleira, Presidente da Eurocidade Chaves-Verín. 

Esta reunião serviu também para aprovação do documento da sua constituição e inclui as atividades e meios de financiamento que permitirão desenvolver o programa de atividades que começará a ser desenvolvido ainda este ano. O mesmo será ratificado na próxima reunião da Assembleia Geral da Rede em Guimarães, no próximo dia 22 de março, coincidindo com o Dia Internacional da Água.
O Presidente da Eurocidade Chaves-Verín, António Cabeleira, como Presidente da Rede Termal do Eixo, agradeceu aos presentes o voto de confiança, traduzido na sua eleição. O encontro contou com a presença dos membros fundadores (representantes dos concelhos com termas ou balneários do Norte de Portugal-Galiza), do Secretario Geral do Eixo Atlântico e técnicos desta entidade. 
A nova Rede Termal do Eixo Atlântico, abrangendo uma população estimada em 7 milhões de pessoas, vai basear-se em sete pontos estratégicos: promoção de hábitos bio-saudáveis, criação de um Clube de Produto Termal, criação de um cartão de termalista que fidelize os termalistas, investigação em colaboração com as universidades, promoção conjunta dos destinos termais, captação de recursos de financiamento com programas e planos europeus, formação e visibilidade dos recursos próprios, tanto termais como históricos e patrimoniais.
A rede termal constitui mais um impulso para a promoção do território abrangido pelo Eixo Atlântico, pelo potencial termal que possui, sendo a região na Península Ibérica com mais balneários termais, daí beneficiando de forma especial a Eurocidade Chaves-Verín.
António Cabeleira destacou o enorme potencial termal que representa a Eurorregião Norte de Portugal-Galiza relativamente à quantidade, qualidade e diversidade das águas termais com as quais conta esta área geográfica.
web engineered by hostname.pt